(Créditos fotográficos: Albertina Costa)

A Mata Nacional do Choupal, em Coimbra, é um dos pulmões da cidade com uma área de 77,39 hectares, tendo sido projetada pelo padre jesuíta Estevão Cabral, no final do século XVIII, com o objetivo de regularizar o leito do rio Mondego. Uma das espécies de árvores mais plantadas foi o choupo, por ter um crescimento mais rápido. Daí o nome da mata, apesar de também a integrarem o amieiro, o freixo, o salgueiro, o ulmeiro e o lódão, entre outras espécies além do choupo.

Em cada estação do ano, a Mata do Choupal reveste-se de cores muito variadas, com uma fauna e uma flora riquíssimas, que nos acompanham em todo o percurso.

Este lindo espaço é frequentado por muitos habitantes da cidade, sobretudo nos períodos de lazer, assim como para a prática de desporto, para atividades de ensino e até de teatro. Nos últimos tempos, tem estado sob a ameaça do projeto de construção da linha ferroviária de alta velocidade Porto-Lisboa. No estudo de impacte ambiental, prevê-se o atravessamento numa parte considerável da Mata do Choupal, o que irá implicar o corte de muitas árvores. E a cidade de Coimbra ficará mais pobre!

(Créditos fotográficos: Albertina Costa)
(Créditos fotográficos: Albertina Costa)

27/11/2023

Siga-nos:
fb-share-icon

Albertina Costa

Maria Albertina Silva Nogueira Fonseca Costa é licenciada em Serviço Social, pelo Instituto Superior de Serviço Social de Coimbra, com pós-graduações em Intervenção Sistémica, pela Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar, e em Proteção de Menores, pelo Centro de Direito da Família da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Foi cofundadora da Delegação Regional do Centro da Associação de Profissionais de Serviço Social, da qual foi a primeira presidente. Desenvolveu a sua atividade profissional na área da saúde, em vários estabelecimentos no Porto e em Coimbra. Nos últimos anos, trabalhou essencialmente com grávidas e com crianças de risco social. Foi coordenadora de equipa no Hospital dos Covões (Hospital Geral) e na Maternidade Bissaya Barreto, do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Nesta última unidade, coordenou o projeto piloto “Nascer Cidadão”, que incentivava os pais a registarem os filhos na Maternidade. Atualmente, é presidente da direção da Sorriso – Associação dos Amigos do Ninho dos Pequenitos, da qual foi cofundadora e a cujos corpos sociais pertenceu. Em 2015, iniciou formação na área da Fotografia, a que se dedica de forma formal e informal, constituindo uma atividade que a tem motivado nos últimos anos. Observar a realidade que a rodeia e captá-la através da lente tem sido a sua paixão. Com a rubrica “O Meu Olhar”, Albertina Costa traz uma nova perspetiva ao jornal "sinalAberto".

Outros artigos

Share
Instagram