(Créditos fotográficos: Albertina Costa)

A costa rochosa de Peniche é uma pérola, em termos geológicos. Desde o Cabo Carvoeiro até, mais a norte, ao ilhéu da Papoa, vemos uma sucessão de estratos de rochas sedimentares carbonatadas de idade jurássica, com cerca de 20 milhões de anos da história geológica portuguesa, segundo informa a associação ARPT Centro de Portugal, na sua página electrónica.

Como podemos verificar, através das fotografias que agora publicamos, estas formações rochosas são de tal forma imponentes e variadas que nos deixam deslumbrados, desafiando-nos à descoberta, apesar do piso muito irregular e acidentado.

O ilhéu da Papoa (parece uma pequena ilha, mas, se olharmos com atenção, vemos que se trata de uma península com calcário e brecha vulcânica) marca o início da praia do Baleal e é particularmente belo e bastante procurado por pescadores e pelos amantes da Natureza, proporcionando belas vistas para o mar. Com frequência, embora dependendo da época do ano, este é um dos lugares privilegiados da Europa para observarmos aves marinhas e migratórias, a exemplo do corvo-marinho-de-crista, da mobelha-pequena, da gaivota-risonha ou da andorinha-do-mar-rósea, com os seus voos e comportamentos muito peculiares.

(Créditos fotográficos: Albertina Costa)
(Créditos fotográficos: Albertina Costa)
(Créditos fotográficos: Albertina Costa)
(Créditos fotográficos: Albertina Costa)

12/02/2024

Siga-nos:
fb-share-icon

Albertina Costa

Maria Albertina Silva Nogueira Fonseca Costa é licenciada em Serviço Social, pelo Instituto Superior de Serviço Social de Coimbra, com pós-graduações em Intervenção Sistémica, pela Sociedade Portuguesa de Terapia Familiar, e em Proteção de Menores, pelo Centro de Direito da Família da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Foi cofundadora da Delegação Regional do Centro da Associação de Profissionais de Serviço Social, da qual foi a primeira presidente. Desenvolveu a sua atividade profissional na área da saúde, em vários estabelecimentos no Porto e em Coimbra. Nos últimos anos, trabalhou essencialmente com grávidas e com crianças de risco social. Foi coordenadora de equipa no Hospital dos Covões (Hospital Geral) e na Maternidade Bissaya Barreto, do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Nesta última unidade, coordenou o projeto piloto “Nascer Cidadão”, que incentivava os pais a registarem os filhos na Maternidade. Atualmente, é presidente da direção da Sorriso – Associação dos Amigos do Ninho dos Pequenitos, da qual foi cofundadora e a cujos corpos sociais pertenceu. Em 2015, iniciou formação na área da Fotografia, a que se dedica de forma formal e informal, constituindo uma atividade que a tem motivado nos últimos anos. Observar a realidade que a rodeia e captá-la através da lente tem sido a sua paixão. Com a rubrica “O Meu Olhar”, Albertina Costa traz uma nova perspetiva ao jornal "sinalAberto".

Outros artigos

Share
Instagram